Centenário das Aparições 1917-2017

Ourém, elevada à categoria de cidade, em 1991, resultou da unificação de duas vilas, a Velha, de cariz medieval e a Nova, tornada vila por D. Maria II, em 1841. Toda a região foi habitada pelos romanos, que ali deixaram, entre outras coisas, a estrada que era parte da que ligava Santarém a Seiça.
Outros povos, anteriores aos romanos, deixaram também o seu cunho, em edificações e, por força destas, na denominação de algumas localidades, como Vale de Antas.

D. Afonso Henriques erigiu as primeiras fortificações da região de Ourém a que foram atribuídos vários forais.
O terramoto de 1755 e, depois, as invasões francesas, deixaram a vila Velha completamente arruinada. Cerca de 1831 transferiu-se, para uma povoação sem grande importância, a sede do concelho, que tomou o nome de Vila Nova de Ourém. Ao passar a cidade, alterou o nome para o que hoje é – Ourém.

As Aparições de Nossa Senhora, em 1917, trouxeram à freguesia de Fátima uma notoriedade que, hoje em dia, atrai peregrinos de todo o mundo, sobretudos nos dias 12 e 13 de maio. Este ano, 2017, comemora-se o Centenário das Aparições e, como é sabido, o Papa Francisco vai lá estar e assistir às várias cerimónias religiosas.

 

Veja aqui toda a informação

15/03/2017

Fds

Politica de Utilização de Cookies

Este site utiliza Cookies de acordo com a política em vigor. Ao navegar em acp.pt estará a consentir a utilização dos Cookies. Saber mais