Estudo ACP - Proteção Infantil nos automóveis: A Segurança Responsável - Campanha 2015

Estudo anual do ACP/PRP/Cybex mostra que uma cadeira com encosto reduz seis vezes o risco de lesões na cabeça em caso de impacto lateral.



Consulte aqui o estudo realizado.

O estudo realizado pelo Automóvel Club de Portugal, Prevenção Rodoviária Portuguesa e a Cybex comprova que transportar uma criança numa cadeira com encosto e cabeça e protetores laterais reduz seis vezes o risco de lesões na cabeça em caso de acidente com impacto lateral, quando comparado com um assento elevatório, também conhecido por “banquinho”. Este facto é o eixo central da campanha “A Segurança Responsável – a eficácia da proteção lateral”, uma ação anual que, pela terceira vez, junta ACP, Prevenção Rodoviária Portuguesa e o fabricante de cadeiras de segurança infantil Cybex.

Qual a consequência de um impacto lateral? Um impacto lateral é muito perigoso para os ocupantes de um veículo, sobretudo para as crianças. Vários estudos mostram que os riscos para a cabeça de uma criança num impacto lateral são maiores do que na colisão frontal. Num desses estudos afirma-se que, atendendo à relação entre o acidente e o tipo de cadeira usado, os danos na cabeça num impacto lateral são três vezes superior ao de uma colisão frontal. E na região do pescoço os riscos de lesão aumentam cinco vezes quando se compara o choque lateral com o frontal. A variação de riscos deve-se à menor distância entre a zona de impacto e o passageiro, pelo que o mais seguro é incorporar o maior número possível de elementos de proteção no sistema de retenção da criança.

Basta ver os vídeos dos testes de colisão realizados na Fundación Cidaut, em Valladolid, que comparam os efeitos um impacto lateral em crianças numa cadeira completa e num banquinho, para perceber a óbvia diferença de segurança que está em causa. No momento do embate, a "criança" que está sentada num banquinho absorve toda a força gerada pelo impacto lateral, afetando cabeça, pescoço e toda a zona lateral do corpo. Já no caso de um impacto lateral em que a "criança" está sentada numa cadeira com encosto de cabeça e proteções laterais, é nítido que cabe à cadeira absorver as forças geradas pelo impacto, minimizando as consequências do embate.




29/11/2015

EmblemaACP

Politica de Utilização de Cookies

Este site utiliza Cookies de acordo com a política em vigor. Ao navegar em acp.pt estará a consentir a utilização dos Cookies. Saber mais