Quando levar o carro à inspeção

O que deve saber para não se esquecer do mais importante

Saiba quando levar o carro à inspeção

Este é o princípio básico nos veículos ligeiros: quando completar quatro anos sobre a data da matrícula terá de levá-lo à inspeção, seguindo-se posteriormente inspeções a cada dois anos, até completar oito anos. Para além desta idade as inspeções obrigatórias são anuais. Mas atenção: a inspeção deve ser feita o mais tardar até ao dia de aniversário do automóvel.

Saiba quando é a próxima inspeção do seu veículo e o centro de inspeção mais próximo de si.

A pré-inspeção ACP

Sabia que em 2016, mais de 600.000 viaturas chumbaram na inspeção periódica obrigatória por razões que teriam uma fácil resolução? O ACP disponibiliza aos seus sócios um serviço pré-inspeção à viatura numa das oficinas da rede de serviços Rápidos.

Conjunto de verificações simples antes de levar o veículo à inspeção

Além da verificação das condições de conservação da carroçaria e dos interiores, da verificação de eventuais perdas de fluídos e da existência do triângulo de pré-sinalização homologado e em funcionamento, bem como do colete retrorrefletor, verifique ainda:

  • Eficiência dos limpa pára-brisas e de vidros partidos
  • Sinalização luminosa: mudança de direção, perigo, travagem, marcha atrás, chapa de matrícula, nevoeiro
  • Luzes de presença, médios e máximos
  • Pneus: relevo do piso com pelo menos 1,6 mm
  • Espelhos retrovisores: superfície refletora, fixação e regulação
  • Funcionamento correto dos cintos de segurança

 

Veículos sujeitos a Inspeção Periódica:

Veículos

Periodicidade

1 - Automóveis pesados de passageiros (M2 e M3).

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente, até perfazerem sete anos; no 8.º ano e seguintes, semestralmente.

2 - Automóveis pesados de mercadorias (N2 e N3).

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

3.1 - Reboques e semirreboques com peso bruto igual ou superior a 750 Kg e não superior a 3500 Kg, com exceção dos reboques agrícolas (O2). ***

Dois anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

3.2 - Reboques e semirreboques com peso bruto superior a 3500 Kg, com exceção dos reboques agrícolas (O3 e O4).

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

4 - Automóveis ligeiros licenciados para transporte público de passageiros e ambulâncias.

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente, até perfazerem sete anos; no 8.º ano e seguintes, semestralmente.

5 - Automóveis ligeiros de mercadorias (N1).

Dois anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

6 - Automóveis ligeiros de passageiros (M1).

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

7 - Automóveis utilizados no transporte escolar e automóveis ligeiros licenciados para a instrução.

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente, até perfazerem sete anos; no 8.º ano e seguintes, semestralmente.

8 - Restantes automóveis ligeiros

Dois anos após a data da primeira matrícula e, em seguida anualmente.

9 - Automóveis pesados e reboques com peso bruto superior a 3500 kg utilizados por corporações de bombeiros e suas associações e outros que raramente utilizam a via pública, designadamente os destinados a transporte de material de circo ou de feira, reconhecidos pelo IMT.

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

10 - Motociclos (L3e e L4e), com cilindrada superior a 250 cm3. ***

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

11 - Triciclos (L5e), com cilindrada superior a 250 cm3. ***

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos e, depois, anualmente.

12 - Quadriciclos (L6e e L7e), com cilindrada superior a 250 cm3.***

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

***A calendarização das inspeções periódicas aos motociclos, triciclos e quadriciclos, bem como reboques e semirreboques referidos no n.º 3.1 é aprovada por portaria do membro do Governo responsável pela área dos transportes;

A obrigatoriedade de inspeções periódicas a motociclos, triciclos e quadriciclos, bem como reboques e semirreboques referidos no n.º 3.1 só produz efeitos a partir da publicação da portaria acima referida.