Esterilização

Porquê, onde, quando e como.

Esterilize o seu animal

Sabia que num ano, uma única cadela e a sua descendência, podem originar cerca de 11.000 cachorros ? A única forma de evitar que isto aconteça, é colaborar no controlo da população animal.

Ao fim de 6 meses, uma gata pode ter o primeiro cio , pode ter a primeira ninhada e pode ter 4 ninhadas por ano... Se nada fizer para impedir as ninhadas, vai acabar por se ver a braços com um problema grave.

Em que consiste a esterilização?

A esterilização, é uma intervenção cirúrgica realizada no cão ou cadela, gato e gata, com o objetivo de impedir a reprodução. Deverá ser realizada por um médico veterinário, num local devidamente apropriado e autorizado:

Onde deve ser realizada?

  • Em qualquer clinica ou hospital veterinário
  • Num centro de recolha oficial desde que tenha condições apropriadas
  • Numa instituição de ensino de medicina veterinária

Como é feita a esterilização?

No macho, é feita uma orquiectomia ou castração, que consiste na remoção dos testículos, ficando assim, sem qualquer comportamento sexual.

Na fêmea, existem duas formas de o fazer. Através da retirada dos ovários (ovariectomia) ou através da remoção do útero e ovários (ovariohisterectomia).

Em nenhum dos casos é um procedimento doloroso, já que animal será anestesiado antes do ato cirúrgico.

A esterilização nos animais de companhia, é obrigatória por lei?

Até à data, a lei apenas obriga a esterilização, aos cães perigosos e potencialmente perigosos. Será, contudo, uma boa prática para todos os cães ou gatos que não se destinam à reprodução, pois evitam-se assim ninhadas indesejadas.

Quais as vantagens da esterilização?

Os animais esterilizados têm uma maior esperança de vida, quer porque se conseguem prevenir problemas de saúde, quer porque adquirem hábitos de vida com menor risco.

Para além da questão reprodutiva e da consequente sobrepopulação, os cães e gatos castrados, geralmente não têm problemas da próstata na idade adulta e deixam de poder desenvolver tumores testiculares uma vez que estes órgãos são removidos.

É também uma forma de resolver problemas como a marcação de território (urinar dentro de casa) e controlar a agressividade (perante pessoas e/ou outros animais).

Nas fêmeas, se a esterilização for feita antes do primeiro cio, previne em quase 100% o aparecimento de tumores ováricos e tumores mamários mais tarde. Evita também infeções uterinas.

Com que idade devo esterilizar ou castrar o meu cão ou o meu gato?

As gatas podem ser esterilizadas a partir dos 6 meses. Embora durante muito tempo se tenha defendido a vantagem em ter um primeiro cio, hoje essa teoria é cada vez menos defendida.

Os gatos, regra geral, podem ser castrados aos 8/9 meses. No entanto, há animais mais precoces pelo que o seu veterinário poderá aconselhar ser operado mais cedo (se começar a marcar território, urinando pela casa).

No caso das cadelas, aconselha-se antes do primeiro cio e nos cães antes de atingirem a puberdade, que se dá geralmente ao fim de 1 ano.

Links úteis:

Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) - www.dgv.min-agricultura.pt
Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) - www.omv.pt