Brabec vence e assume liderança a meio da Maratona

O norte-americano foi o mais forte na primeira metade da Etapa Maratona e é o novo líder do Dakar.

brabec 01

Décimo terceiro à partida em consequência do resultado de ontem, Ricky Brabec não tardou a impor-se face aos demais, saltando para a primeira posição logo no primeiro controlo de passagem. Não satisfeito, o piloto da Honda deu continuidade ao ataque, aumentando a vantagem de forma gradual e não mais perdendo a primeira posição até à chegada ao Bivouac para terminar o dia com a primeira vitória no Dakar de 2019 e, com isso, assumir a liderança da geral.

Quem melhor respondeu ao ritmo de Brabec foi Matthias Walkner. Ainda assim, o piloto da KTM ficou a mais de seis minutos de distância da primeira posição. O austríaco também partiu algo atrasado depois da especial de ontem e, tal como o americano, depressa saltou para a frente da corrida, para a segunda posição, logo no WP1 para não mais a perder até final.

Muito semelhante foi a prestação de outro piloto da KTM. Toby Price, que já partiu entre os dez primeiros, saltou para o mais baixo do pódio também no WayPoint 1 e, tal como os outros dois, não houve quem o arredasse da posição até final. Um resultado muito positivo para o australiano que também subiu várias posições na geral para ser agora terceiro atrás de Pablo Quintanilla.

O chileno, que ontem era líder, teve um dia para esquecer. O piloto da Husqvarna, que ontem tinha mais de 11 minutos de vantagem para Kevin Benavides, e mais de 18 para Brabec, viu a margem esfumar-se depois de problemas e acabou por terminar a etapa em 14º, a mais de 20 minutos do primeiro.

Enquanto isso, Paulo Gonçalves voltou a subir na geral. O piloto da Honda foi sexto na especial, a pouco mais de 13 minutos e meio do colega de equipa, e ocupa agora o oitavo posto da geral a 20:45s da liderança, o que faz dele o melhor português em prova.

Mário Patrão (KTM) é 21º da geral depois de ter concluído o dia em 23º, a pouco mais de 28 minutos da frente. Joaquim Rodrigues (Speedbrain) foi 30º, e ocupa o 31º posto da geral, já a mais de duas horas da frente. O Campeão Nacional de TT António Maio foi 33º, e roda na 34ª posição da geral. David Megre foi outro dos lusos a chegar ao final da primeira metade da Etapa Maratona e é 45º da geral depois de ter terminado a especial na 55ª posição.

Agora os pilotos têm pela frente uma noite complicada, sem assistência no final da especial são os próprios que vão ter de rever as motos e fazer eventuais reparações antes de regressarem à ação amanhã.

scroll up