Ogier mantém liderança frente a Neuville num rali a dois

|AUTOCLUBE

Hoje foi o dia de Ott Tanak vencer todos os troços, o que não será suficiente para chegar à vitória.

Ogier Monte_Carlo_1200

É tão grande a diferença entre os dois primeiros classificados e Loeb que é 3º no final do dia, que só uma forte surpresa pode retirar o triunfo a Sébastien Ogier ou Thierry Neuville na primeira prova do WRC 2019. O Rali de Monte Carlo vai manter intactas as expectativas em relação ao vencedor, com os derradeiros quatro troços de amanhã a serem palco para uma luta a dois.

Hoje foi um dia exclusivamente dedicado a Ott Tanak que venceu os 4 troços, e a um controlo meticuloso de andamentos entre o líder Ogier e o belga da Hyundai Thierry Neuville que está apenas a 4,3 segundos do francês da Citroen. Quando a Loeb, em estreia ao volante de um Hyundai i20 WRC, é o 3º classificado, mas a distantes 1m58,7 da liderança. Isto não implica que não existam mais pontos de interesse, pois a Toyota está ao ataque do pódio, com Latvala no 4º lugar a 2m01,0 e apenas a 2,3 segundos de Loeb, bem como Tanak, que com as vitórias nos troços de hoje está na 5ª posição a 2m16,0 do líder, e, portanto, na luta com Loeb e Latvala pelo 3º lugar do rali. Toyota que coloca o seu terceiro Yaris WRC no 6º lugar, com Kris Meeke a longínquos 5m26,8.

Mas se hoje Ogier e Neuville mostraram porque são os dois grandes favoritos, foi um dia negativo para três pilotos que rolavam em lugares de destaque. Lappi abandonou com problemas mecânicos no Citroen, Evans teve um aparatoso despiste com o Ford e Mikkelsen arrancou uma roda do Hyundai. Se a emoção de Monte Carlo está centralizada no duelo entre Ogier e Neuville pela primeira vitória do ano, entre os WRC 2 o britânico Gus Greensmith em Ford Fiesta R5 parece ter a situação controlada, uma vez que lidera com 1m31,4 de vantagem para o francês Yoann Bonato em Citroen C3 R5, que chegou a controlar os acontecimentos nesta categoria.

scroll up