Certificação de clássicos

O reconhecimento da qualidade

A Certificação de Viatura de Interesse Histórico é um processo que atesta a qualidade do Automóvel/Moto Clássico.

O ACP Clássicos é uma entidade reconhecida oficialmente para poder Certificar Viaturas de Interesse Histórico. As Certificações emitidas pelo ACP Clássicos têm por base o Despacho nº 10 298/2001 (2ª Série).

O Certificado atesta a qualidade como Viatura Histórica e permite o reconhecimento da mesma como Clássico em caso de conflito, nomeadamente junto das seguradoras.

As viaturas Certificadas pelo ACP Clássicos, com data de fabrico até 31 de Dezembro de 1959, ficam isentas de Inspecção Periódica Obrigatória de acordo com a seguinte tabela:

Ano de Fabrico Isenção
Até 1918 10 anos
De 1919 a 1945 8 anos
De 1946 a 1959 6 anos


Marcações

O ACP Clássicos efectua Certificações em Lisboa/Prior Velho ou por todo o país de acordo com as necessidades e sempre que exista um numero suficiente de viaturas. Para agendar a sua Certificação, poderá entrar em contacto com o ACP Clássicos enviando um e-mail para [email protected] ou através do telefone 21 318 01 69, indicando:

  • Local pretendido
  • Data pretendida
  • Marca
  • Modelo
  • Ano
  • Matrícula
  • Nº Sócio ACP e ACP Clássicos
  • E-mail
  • Telefone mais directo

Custos e Validade

A Certificação tem um custo unitário de 50€ e tem uma validade de acordo com a seguinte tabela:

 

Ano de Fabrico Validade
Até 1918 10 anos
De 1919 a 1945 8 anos
De 1946 a 1959 6 anos
Após 1960 4 anos

Pontos a verificar nas Certificações

  • Carroçaria
    Não deverá ter alterações. Deverá estar bem cuidada, sem pontos de ferrugem nem amolgadelas. A pintura, os cromados, as borrachas e os vidros deverão estar em bom estado, sem riscos e de cor uniforme.

  • Capota
    Nos veículos transformáveis, as capotas deverão estar perfeitamente funcionais e sem apresentar rasgões ou qualquer outro tipo de deterioração.

  • Estofos
    Os estofos e interiores forrados, deverão estar em bom estado de conservação, sem rasgões e de materiais de acordo com o modelo.

  • Instrumentos
    Os instrumentos deverão ser originais, em bom estado de funcionamento e de conservação (limpeza interior).

  • Limpa Vidros
    Todo o sistema deverá estar em perfeito estado de funcionamento e as escovas com capacidade de remoção da água do vidro.

  • Iluminação
    Os faróis e farolins deverão ser da época do veículo, de marca adequada, em perfeito estado de funcionamento e iguais entre si quando em pares. No caso dos veículos mais antigos, poderão ser montados “piscas” suplementares, desde que não danificando a estrutura do veiculo.

  • Chassis
    O chassis deverá apresentar-se limpo e estar bem conservado.

  • Suspensão
    O sistema de suspensão deverá funcionar correctamente e ser original.

  • Rodados
    Poderão ser montadas jantes especiais, desde que sejam de época. (Ex. Jantes Minilite). As jantes deverão estar em boas condições, com os respectivos tampões, quando for o caso, os pneus deverão ser de acordo com a medida dos documentos e deverão ser iguais entre si, em termos de medida e marca.

  • Direcção
    O volante deverá ser o original ou extra de época e não poderão existir folgas.

  • Travões
    Os travões deverão estar em perfeito estado de funcionamento e eficiência.

  • Motor
    O motor deverá estar em boas condições, limpo, sem fugas de óleo, sem ruídos excessivos e sem emissões de fumo exageradas.

  • Sistema de Combustível
    O sistema de combustível deverá ser o original.

  • Transmissão
    A transmissão deverá apresentar-se limpa, lubrificada e bem conservada.

  • Sistema Eléctrico
    O sistema eléctrico deverá ser o original.

  • Diversos
    Todos os extras inseridos na viatura, como sejam rádios, faróis suplementares, antenas, etc, deverão ser de época.