Alpine A110S completa segmento dos desportivos compactos

|AUTOCLUBE

Exclusivos pormenores de design, mais potência e uma afinação de chassis específica da versão, marcam o novo A110S.

Alpine

O A110S foi desenvolvido com o objetivo de proporcionar um comportamento preciso e ágil, bem como uma elevada estabilidade a velocidades elevadas. O estilo sofisticado é bem evidente tanto no exterior como no habitáculo, sendo também de destacar o uso de materiais de alta qualidade, como fibra de carbono e revestimentos em Dinamica, que denunciam a natureza deste Alpine.

O seu ADN é o de um verdadeiro Alpine: um desportivo de dois lugares, com motor central que debita 292 cv e um peso de 1.114kg. A irrepreensível dinâmica permite-lhe desafiar as estradas mais sinuosas com extrema eficácia, mas aliando o conforto numa utilização diária. Fácil de conduzir, o A110S é fiel aos princípios da Alpine de engenharia leve, dimensões compactas e elevado desempenho, graças à notável agilidade.

Com um preço base de 66.500€ (preço estimado para França, com impostos incluídos) sem opcionais, o A110S já está disponível para encomenda, com a chegada dos primeiros exemplares, aos Centros Alpine, prevista para o mês de outubro. As primeiras entregas deverão ser realizadas ainda antes do final do ano.

No habitáculo, o pesponto laranja substitui a assinatura em pesponto azul que está presente nas outras versões do A110. O sofisticado revestimento preto “Dinamica”, presente no teto, nas palas de sol e painéis das portas, realçam, na perfeição, a personalidade desta nova versão. As bacquets são Sabelt, também com pormenores de revestimento em “Dinamica” e pesam apenas 13,1 kg cada. O volante é revestido em couro e “Dinamica”, com um pesponto a assinalar o centro em laranja. Os pedais e apoios de pé são em alumínio e existem diversos pormenores em fibra de carbono, bem como uma bandeira laranja em coerência com o exterior.

Os futuros proprietários do A110S vão poder optar por ter o teto em fibra de carbono com acabamento gloss que, para além de realçar a natureza desportiva do automóvel, reduz o peso total do conjunto em 1,9 kg. Da lista de opcionais fazem ainda parte as jantes em liga leve Fuchs e pormenores em fibra de carbono a revestir as baquets Sabelt. Do equipamento de série faz parte o sistema de alta fidelidade da Focal, a telemetria Alpine e os sensores dianteiros e traseiros de ajuda ao estacionamento.

Na sua essência, o A110S recorre à mesma estrutura de alumínio, muito leve e compacta, já conhecida dos outros A110. Mas a configuração exclusiva do chassis dá à nova versão um caráter dinâmico distinto. As novas molas helicoidais são mais duras em 50% e os amortecedores foram ajustados de acordo. As barras estabilizadoras – ocas para minimizar o peso – são 100% mais firmes.

Também o sistema eletrónico de estabilidade foi alvo de uma revisão, em particular no modo “Track”, para uma precisão e estabilidade de referência. De resto, este sistema pode ser completamente desligado. Do equipamento de série fazem parte os potentes e resistentes à fadiga travões Brembo, com pinças de 320mm e discos bi-matéria, também disponíveis, como opção, nas outras versões do A110.

A potência do motor sofreu um acréscimo de 40 cv relativamente às versões anteriores, o que torna o A110S o mais rápido e potente da gama. O motor 1.8 de quatro cilindros é o mesmo, mas a pressão do turbo foi aumentada em 0.4bar para disponibilizar ainda mais performance. O pico de potência máxima de 292 cv é atingido às 6400 rpm (400 rpm acima do que se verifica nas anteriores versões). O binário máximo é de 320 Nm e está disponível desde as 2000 rpm às 6400 rpm, o que corresponde a mais 1400 rpm do que no motor com 252 cv. A aceleração dos zero aos 100 km/h é agora cumprida em 4,4s.

scroll up