Como e onde aprender

A importância de um início acompanhado

O Golfe é um desporto que se pode jogar em todas as idades, desde os mais pequeninos até a uma idade bem avançada. Pratica-se ao ar livre é muito bom para a saúde enquanto aproveita para desfrutar a natureza.

O Golfe é um desporto e um estilo de vida

Socialmente é muito gratificante porque pode conviver com outros Golfistas, sócios do clube, a própria família, amigos, tanto no campo de golfe como no Club-house.

Pode também jogar torneios, jogar sozinho ou entre amigos e é um desporto justo por causa do sistema do "handicap" que faz com que os diversos níveis de jogo se equiparem e possam competir entre ambos. Ganhará aquele que melhorar mais o seu próprio nível de jogo.

O golfe é um jogo fácil, mas onde a aprendizagem não pode ser improvisada. O iniciado autodidacta corre o risco de introduzir movimentos errados de rotação (swing) que, mais tarde, terá grande dificuldade em libertar.

The top of the swing

The downswing and follow-through

O candidato que pretenda começar a jogar, deverá fazê-lo numa altura em que tenha tempo suficiente para o fazer. Deve sentir-se possuído duma força anímica que lhe permita ultrapassar os fracassos iniciais, evitando a desistência com a desculpa da falta de jeito para o golfe.


Sabia que os sócio do ACP Golfe tem descontos em academias por todo o país?

Descubra TUDO aqui 


Como aprender a jogar

Aconselhamos a participação num Baptismo ou Clínica de Iniciação onde poderá verificar a sua vocação e depois recorrer aos serviços dum profissional que dê lições num clube ou Academia.

Este processo desenrola-se, regra geral, durante um período de três a seis meses, dependendo esta duração, no essencial, da idade, da frequência das lições e das aptidões naturais do iniciado.

A aprendizagem inicial consiste em saber como pegar nos tacos; qual o correcto posicionamento do corpo; onde colocar a bola frente ao corpo; como alinhar o corpo face ao objectivo; como desenvolver os movimentos de rotação (swing); etc...

O conhecimento de todas estas técnicas é essencial, pois os erros afectam a qualidade e a consistência das pancadas e reduzem a distância a que a bola deverá ser impelida.

Há pois que investir em lições individuais com um bom professor que lhe ensine os movimentos correctos do "swing", permitindo-lhe assim educar bem a memória muscular, de modo que estes movimentos sejam repetidos no futuro da forma mais automática possível.


Outro factor importante, para o bom êxito da aprendizagem é que o instruendo treine no Driving Range (Campo de Treino) aquilo que vai aprendendo em cada lição.

Uma vez no campo o iniciado deverá recorrer, periodicamente ao professor para que este lhe corrija os defeitos que, entretanto, vai ganhando, pois o golfe é um jogo que requer, para se obter melhorias de resultados, além de muito treino, aperfeiçoamentos técnicos frequentes.

Convém referir, uma vez que já falámos de tacos de golfe, que na fase inicial de aprendizagem os principiantes deverão munir-se dum meio set, com os tacos em bom estado e dum modelo actual, o qual será completado quando o iniciado ultrapassar esta fase da sua progressão. Esta opção pelo meio set, tem como vantagem ser a mais económica e a mais fácil para o iniciado, pois reduz a escolha dos ferros em cada situação de jogo, tornando-o mais sensível às distâncias que os mesmos podem imprimir às bolas.

Uma combinação possível poderá ser a utilização dos cinco ferros, seguintes: 4, 6, 8, Pitching-wedge e Sand-wedge; ou/em alternativa, a combinação de ferros: 3, 5, 7, 9 e Sand-wedge. A qualquer destas combinações deverão juntar-lhes madeiras 3 e 5 e o Putter.

scroll up